Sociologia

Tipos de ações sociais em Max Weber

No primeiro período do curso de Filosofia eu me deparei com uma disciplina chamada “sociologia”, nessa disciplina eu tive contato com os conceitos de ações sociais em Max Weber, fiquei fascinado com estes conceitos, embora eu não possua muita leitura sobre estas ações para falar com mais propriedade que outras pessoas e blogs aqui na internet. Porém, isso não é um impeditivo para não escrever sobre o tema em questão.

Todavia a postagem de hoje vai ser sobre estas ações sociais, aqui eu irei apresentar cada uma com exemplos para que as mesmas fiquem bem esclarecidas. Contudo, antes de iniciar a explanar sobre o tema, percebo que é de suma importância falar um pouco sobre o autor.

Max Weber nasceu no dia 21 de abril de 1864 e faleceu no dia 14 de junho de 1920. Foi um intelectual, jurista e economista, o mesmo é considerado um dos fundadores da sociologia moderna ao lado de Conte e Durkheim. Suas principais obras são: “História Geral da Economia”, “A Ciência como Vocação”, “Economia e Sociedade” e “A Ética Protestante e o Espírito do Capitalismo”.

Feito este pequeno relato sobre a vida do autor, cabe agora destacar a problemática que vai de encontro com o tema da postagem, ou seja, os tipos de ações sociais em Max Weber.

Max Weber destacou que existem quatro tipos de ações sociais que são estabelecidas na sociedade, devo ressaltar que tais ações existem quando o indivíduo estabelece uma comunicação com outros indivíduos, ou seja, as ações só existem quando um indivíduo vive em sociedade.

Como tinha dito antes, são quatro ações sociais, são elas:

 

Ação Social Racional com Relação a Fins

Ação Social Racional com Relação a Valores

Ação Social Afetiva

Ação Social Tradicional

 

Dito isso, cabe agora explanar sobre cada uma, ou seja, falar o que significa e exemplificar para que fique mais fácil a sua compreensão.

Ação Social Racional com Relação a Fins: é uma ação puramente racional que visa uma e/ou várias posturas para se chegar a um determinado fim.

Exemplo: possuir uma vida financeira satisfatória.

Para que uma pessoa possa conseguir uma vida financeira satisfatória, a mesma não pode esperar que as coisas simplesmente caíam do céu, ou seja, para que uma pessoa possua uma vida financeira satisfatória ela tem que estudar, se qualificar e se destacar naquilo que faz. A Ação Social Racional com Relação a Fins prima porá que o indivíduo pense de forma racional visando um fim, seja ele a curto, médio ou longo prazo.

Ação social Racional com Relação a Valores: aqui nós podemos constatar que não é o fim que orienta a ação, mas os valores de cada indivíduo que pode ser: éticos, religiosos, estético ou político.

Exemplo: ser contra o aborto.

Neste exemplo nós poderíamos dizer que um indivíduo que possui determinada crença religiosa é contra o aborto porque o mesmo leva em consideração os valores religiosos.

Ação Social Afetiva: aqui a ação é movida por sentimentos.

Exemplo: a vingança.

Neste exemplo a pessoa usa os seus sentimentos para efetuar tal ação. Este tipo de ação não é racional.

Ação Social Tradicional: aqui a ação é movida pelos costumes e hábitos.

Exemplo: uso de plantas medicinais por uma determinada família.

Neste exemplo a família usa plantas medicinais para curar determinada enfermidade, é uma pratica que advém por gerações nesta determinada família.

————————

Referências

SOUTO, Tamires Albernaz. SILVA, Flávio Augusto. SANTIAGO, Hewerton Luiz Pereira. O Pensamento Sociológico de Max Weber.

COHN, G. Crítica e Resignação: fundamentos da sociologia de Max Weber. São Paulo: T. A. Queiróz, 1979.

OLIVEIRA, Carla M. Método e sociologia em Weber: alguns conceitos fundamentais. Revista Eletrônica Inter – Legere, Número 3, jul/dez 2008.