Ateísmo

O que é ateísmo?

A palavra pode soar nova, porém, a palavra ateísmo é muito antiga. Mas o que realmente significa a palavra “ateísmo”? Para responder estas perguntas o Blog sempre irá partir da definição etimológica para que possamos chegar a termos gerais do nosso dia a dia.

Definição etimológica

Por sua vez, a palavra “ateísmo” é originaria do idioma grego, é a soma de um prefixo com uma palavra, a saber, o prefixo “a” e a palavra “theos”, sendo o “a” um prefixo que detona ausência e “theos” que significa em nosso idioma “Deus” ou “divindade”. Veja o quadro abaixo para que possa compreender de forma mais clara:

Palavra no idioma grego

Significado no idioma português

A

Ausência

Theos

Deus ou divindade

 

Todavia, ateísmo corresponde à falta ou ausência de Deus ou divindade, é uma palavra para designar uma forma de pensar que diz que Deus/Deuses não existe/existem.

Definição em termos gerais

Ateísmo é a descrença total em qualquer divindade por ausência de evidências que possa sustentar a existência de algo divino. As pessoas que são adeptas desta perspectiva se denominam “ateus”, sendo que a palavra “ateu” é uma variação de “ateísmo”.

Existe preconceito sobre esse tema?

Desde os primórdios de nossa civilização ocidental nós podemos identificar que as pessoas que não acreditaram na divindade da grande massa eram tidas como pessoas perigosas ou algo semelhante. Muitas pessoas tinham medo de se denominar ateu, pois no passado existia até punição para pessoas que não acreditassem no Deus de sua época.

Atualmente, os ateus também sofrem com o preconceito, a falta de informação de muitas pessoas e com o extremismo de muitos religiosos que percebem o ateu como uma ameaça para si e para o mundo.

O ateísmo é sinônimo de inteligência?

Existem muitas pessoas que se denominam ateus e arrogam para si uma inteligência que não possuem afirmando que os “ateus” são mais inteligentes que as pessoas “religiosas”. Não nego que possa haver diferenças acerca do conhecimento das pessoas, mas o fato de não acreditar em Deus não faz com que seu QI (Quociente de Inteligência) seja maior do que muitas pessoas que acreditam em Deus. Deixar de acreditar em Deus ou simplesmente não acreditar não fará com que o QI de uma pessoa aumente.

O ateísmo defende o fim das religiões?

Não! Aqui nós temos que definir que existe uma diferença imensa sobre ser um “ateu” e ser um “antirreligioso”. O ateísmo defende apenas a não interferência da religião no estado, mas em nenhum momento os ateus irão defender que as pessoas devam deixar de acreditar em seus Deuses. Já o antirreligioso defende que a religião não deve existir, pois a mesma é um mal que condiciona a humanidade para um erro.

O ateísmo é uma religião e seu Deus é a ciência?

É comum ouvir de pessoas religiosas que o ateísmo é uma espécie de religião e que a mesma possui como Deus a Ciência. Contudo, é uma afirmação totalmente incoerente, pois se o fosse, o ateísmo teria que mudar de nome. Afinal, ateísmo resume a ausência de Deus. Logo, a ciência não pode ser um Deus.

Este tipo de pensamento apareceu porque “um número” bem expressivo de ateus possui uma ótima relação com o saber científico e filosófico. Porém, não é uma via de regra, é por isso que destacamos neste parágrafo “um número”.